A IMPORTÂNCIA DE UMA GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA EFICIENTE NA IMPLANTAÇÃO DA ARBORIZAÇÃO URBANA DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

Iolanda Inácia Oliveira, Ressiliane Ribeiro Prata Alonso

Resumo


Devido a constantes acidentes com árvores em períodos de chuvas no município de Goiânia, surgiu o interesse pela investigação da existência, ou não, de um plano de gestão ambiental, para avaliar as espécies arbóreas presentes, sugerindo uma alta incidência de espécies exóticas na arborização urbana de Goiânia. O trabalho estará possibilitando uma verificação dos impactos gerados, com a presença dessas espécies, sabendo que espécies exóticas não possuem raízes adaptadas para o tipo de solo local, possuindo inclusive menor resistência as pragas locais. Para a realização deste trabalho foi realizado a verificação de espécies arbóreas com maior incidência no município de Goiânia. O trabalho teve como objetivo principal avaliar as espécies arbóreas presentes na arborização do município de Goiânia comparando a frequência das espécies nativas e invasoras, sendo este realizado por meio de pesquisas em base de dados virtuais, inventários e artigos disponíveis na internet. Do total das espécies catalogadas no inventario foram selecionadas as 15 espécies com maior incidência, gerando um total de 72,23% do total amostrado, tendo como resultado obtido uma alta incidência de espécies exóticas caracterizando um descontrole quanto a distribuição dessas espécies, onde somente 7,84% das espécies catalogadas são nativas do bioma cerrado. Concluiu-se que se faz necessário um plano de gestão ambiental na cidade, tanto para controlar a incidência de espécies invasoras, quanto influenciar e buscar iniciativas para inserir as espécies nativas de volta a região.


Texto completo:

Vol2-1-art-8

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interdisciplinar de Pós-graduação da UniAraguaia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REINPG - Revista Interdisciplinar da Pós-graduação do Centro Universitário Araguaia - ISSN: 2595-9646