ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA INTERAÇÃO SOLO-ESTRUTURA NO DIMENSIONAMENTO DE EDIFÍCIOS MULTIPAVIMENTOS EM CONCRETO ARMADO

Roger Otávio Pires Montes, Dayana Silva Moreira Gontijo

Resumo


Durante a elaboração de projetos estruturais e de fundações, por meio do método convencional, supõe-se que o conjunto de elementos de fundação seja capaz de garantir a indeslocabilidade da base dos pilares. Dessa forma, em geral o papel das fundações acaba sendo negligenciado na avaliação do comportamento estrutural. A análise da interação solo-estrutura (ISE) surge, então, como uma alternativa que visa integrar a superestrutura, fundações e solo em um único sistema, de maneira que seja possível verificar os efeitos ocasionados pela interação dos edifícios com o maciço de solos sobre o qual são construídos. O presente trabalho, portanto, tem por objetivo analisar a influência da consideração da ISE no dimensionamento da superestrutura, em comparação ao método convencional de dimensionamento estrutural, por meio do emprego do Sistema de Interação Solo-Estrutura (SISEs) desenvolvido pela TQS Informática ®. A partir dos resultados obtidos, percebe-se que há alterações no fluxo de cargas, ocasionando redistribuição dos esforços atuantes nos pilares. Além disso, nota-se que as condições de estabilidade global são alteradas, havendo aumentos nos valores do coeficiente γz e dos deslocamentos laterais dos edifícios após a consideração da ISE. Por fim, percebe-se, ainda, que os efeitos da ISE são diferentes para os dois tipos de fundação (blocos sobre estacas e sapatas) avaliados neste estudo.


Palavras-chave


interação solo-estrutura. Fundações. Redistribuição de esforços. TQS. SISEs

Texto completo:

Vol15-1-art-5

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 RENEFARA

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

RENEFARA - Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia Centro Universitário - ISSN: 2236-8779

 

 

 



SalvarSalvarSalvarSalvar