Políticas Editoriais

Foco e Escopo

RENEFARA é uma publicação eletrônica quadrimestral da UniAraguaia. Seu objetivo consiste em publicar, mediante avaliação por pares do Conselho editorial ou pareceristas ad hoc, artigos, pontos de vista, resumos, resenhas, ensaios relevantes e resultantes de estudos teóricos e pesquisas nas áreas de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física (Bacharelado), Educação Física (Licenciatura), Engenharia Ambiental, Engenharia Agronômica, Engenharia Civil, Gestão Comercial, Gastronomia, Jornalismo, Nutrição, Pedagogia e Publicidade e Propaganda, abrangendo temáticas ou linhas de pesquisa multidisciplinares com enfoque direcionado ao aperfeiçoamento da educação, geração de solução para problemas da sociedade, desenvolvimento do senso crítico profissional como fonte de recursos para a construção do conhecimento.

Os manuscritos, que poderão estar em português, inglês e espanhol, devem ser inéditos e destinar-se exclusivamente à Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia - Centro Universitário, não sendo permitida sua apresentação simultânea a outro periódico, tanto no que se refere ao texto, como figuras ou tabelas, quer na íntegra ou parcialmente, excetuando-se resumos ou relatórios preliminares publicados em Anais de Reuniões Científicas.

A RENEFARA não assume responsabilidade por conceitos e opiniões emitidos pelos autores dos manuscritos, porque não refletem necessariamente a opinião do Comitê Editorial da revista.

 A partir do Volume 15, n.1 (2020) os artigos contêm informação sobre a licença sob a qual estão licenciados.

Através do meio digital, a RENEFARA busca a divulgação da produção científica relevante, de forma gratuita, aberta a todos os interessados.
 
A RENEFARA mantém fluxo contínuo para submissão on-line de originais gratuitamente, de acordo com as normas especificadas nas Diretrizes aos Autores disponíveis neste sitio.

 

Políticas de Seção

Editorial

O editorial é um tipo de texto utilizado na imprensa, especialmente em jornais e revistas, que tem por objetivo informar, mas sem obrigação de ser neutro, indiferente. Então, a objetividade e imparcialidade não são características dessa tipologia textual, uma vez que o redator dispõe da opinião do jornal sobre o assunto narrado. Logo, os acontecimentos são relatados sob a subjetividade do repórter, de modo que evidencie a posição da mídia, ou seja, do grupo que está por trás do canal de comunicação. Assim, podemos dizer que o editorial é um texto mais opinativo do que informativo. O editorial possui um fato e uma opinião. O fato informa o que aconteceu e a opinião transmite a interpretação do que aconteceu.

Editores
  • Milton Silva Junior
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Segundo a NBR 6022/2003a da ABNT, existem três tipos de artigos. Assim, de acordo com a característica da análise elaborada pelo pesquisador, o artigo pode ter a seguinte distinção:

Artigo Teórico: Apresenta uma argumentação favorável ou desfavorável a uma determinado visão de realidade.

Artigo Analítico: O pesquisador elabora uma análise de cada componente pertencente ao assunto procurando fazer uma relação com o todo.

Artigo Classificatório: Busca estabelecer uma classificação das características de um certo tema explicitando as suas partes.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ponto de Vista

É a escolha de um contexto ou referência (ou o resultado desta escolha) de onde se parte o senso, a categorização, a medição ou a codificação de uma experiência, tipicamente pela comparação com outra. A idéia básica que une todos estes significados da palavra perspectiva é o de que a experiência humana é relativizada de acordo com o ponto de vista de onde ela é vivenciada. Costuma-se chamar uma visão de mundo como a perspectiva com a qual um indivíduo, uma comunidade ou uma sociedade enxergam o mundo e seus problemas em um dado momento da história, reunindo em si uma série de valores culturais e o conhecimento acumulado daquele período histórico em questão.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumos

Consiste na condensação de um texto mantendo suas ideias fundamentais. Nesse sentido, o leitor deve permanecer fiel às ideias do autor. Isso não significa que ele irá tão somente transcrevê-las, pelo contrário, ele precisa, com as palavras do seu próprio vocabulário, expressar a mensagem transmitida pelo autor. Em suma, trata-se de expor, em geral em um único bloco, as ideias principais contidas no texto.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenha

Resenha é um resumo crítico. Nesse sentido, ela admite julgamentos, avaliações, conexões com outros autores e comentários pessoais, mas fundamentados teoricamente, por isso, o leitor não deve pretender criticar sem antes fazer um estudo minucioso da matéria que será objeto de recensão.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaio

O desenvolvimento desse texto dissertativo é elaborado com base nas próprias ideias ou de outrem, como fundamentação teórica, a partir de um estudo aprofundado sobre um tema bem delimitado. A redação do ensaio deve sustentar-se, basicamente, na memória e/ou no recurso da paráfrase. Dessa forma, se o produtor do texto desejar comprovar a sua argumentação, deve fazer citações, preferencialmente, indiretas. Já que se refere a um ensaio, a redação precisa obedecer um certo limite de parágrafos a fim de que não se transforme num artigo. Assim, o Ensaio necessita conter, aproximadamente, 10 (dez) a 12 (doze) parágrafos. Por ser um texto com uma linguagem mais técnica, deve-se produzi-lo atendendo as exigências da ciência, isto é, com uma linguagem referencial. Quanto à pessoa verbal, segundo as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT (2002), é preciso que se utilize a terceira pessoa do singular ou, então, a primeira pessoa do plural.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Notas Técnicas, Pedagógicas ou Científicas

Comunicações sobre experiências de ensino em Administração, Administração Pública, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, e Contábeis, Construção de Edifícios, Educação Física, Engenharia Ambiental, Agronômica, Civil, Jornalismo, Pedagogia, Publicidade e Propaganda e Tecnologia em Gestão Comercial.

Editores
  • Milton Silva Junior
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O manuscrito será submetido através do sistema on-line, mediante cadastro de usuário, via Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER), após o qual o Conselho Editorial realizará uma avaliação prévia sobre a adequação ao escopo da revista e a potencialidade de publicação do trabalho.

Nessa etapa são considerados os seguintes aspectos:

a) omissão dos dados do autores no corpo do texto e propriedades do arquivo (estes devem ser incluídos apenas nos metadados e somente após a aprovação no corpo do texto para garantir a avaliação às cegas),

b) adequação ao template da revista;

c) correção ortográfica e gramatical. Não serão aceitas submissões em linguagem coloquial, com erros gramaticais e/ou ortográficos. 

d) adequação do escopo e foco da revista;

e) originalidade utilizando a ferramenta de verificação de similaridade CopySpider

f) apresentação do(s) objetivo(s), metodologia e resultados de forma clara.

Caso a submissão não atenda a esses critérios este será rejeitado antes da avaliação de mérito do conteúdo.

Uma vez aprovado nesta primeira etapa, os originais são submetidos à aprovação de avaliadores ad hoc (2 referees), reconhecidos nacional e internacionalmente, pelo sistema “Duble Blind Review”, ou seja, os trabalhos são enviados para avaliação sem a identificação de autoria que, por sua vez, devem ser registrados nos metadados do sistema eletrônico SEER. A lista de avaliadores pode ser consultada na página Equipe editorial.

A revista conta com um grupo de especialistas de notório saber. Os originais serão submetidos à aprovação de avaliadores que sejam especialistas reconhecidos nos temas tratados. Os trabalhos serão enviados para avaliação sem a identificação de autoria.

Os avaliadores ad hoc seguem as seguintes diretrizes:

1. Contribuição do texto;

2. Atualidade e pertinência do embasamento teórico;

3. Completude e adequação da descrição da metodologia utilizada na pesquisa;

4. Profundidade das discussões dos resultados;

5. Foco no objeto em questão;

6. Qualidade do texto (correção gramatical, clareza, logicidade e coerência);

7. Qualidade dos gráficos, figuras e ilustrações;

8. Profundidade e pertinência da discussão dos resultados .

A Editora Chefe e o Conselho Editorial são responsáveis pela decisão final do parecer do artigo. No caso de aprovado e na existência de necessidades de correções, as sugestões serão enviadas para os autores através do sistema on-line. Este processo envolve o aceite das alterações ou a sua justificativa quando não acatados. Após a publicação, o autor principal receberá uma cópia do artigo no formato PDF.

Para a publicação, os textos passam pelas seguintes etapas de avaliação:

Etapa 1: análise quanto à forma

Essa etapa é de responsabilidade da comissão editorial. Os textos são avaliados quanto a sua adequação aos critérios gerais da revista e à linha editorial.

Etapa 2: análise por pares quanto ao mérito

Na segunda etapa, o artigo, sem a identificação do autor, é encaminhado a, no mínimo, dois pareceristas da área temática específica do trabalho (membros do conselho consultivo ou convidados ad hoc). Para a designação dos pareceristas são consideradas as informações disponíveis no cadastro da revista.

Etapa 3: revisão e adequação do trabalho às normas da revista

Uma vez aceito para publicação, o trabalho é submetido à revisão de linguagem, normalização e formatação.

A decisão editorial poderá apontar para as seguintes possibilidades:

  • Aceitação – quando o manuscrito apresenta condições de ser publicado sem necessidade de revisão.
  • Aceitação condicionada a revisões requeridas – quando o manuscrito apresenta condições de ser publicado, desde que sejam atendidas modificações sugeridas por pareceristas.
  • Submissão encaminhada para nova rodada de avaliação – quando o manuscrito não apresenta condições de ser publicado na forma como está, demandando modificações substantivas, o que exige uma nova rodada de avaliação.
  • Sugestão para que o manuscrito seja submetido a outro periódico – quando o manuscrito apresenta condições de ser publicado, mas não se encaixa no escopo da RTPS.
  • Rejeição – quando o artigo não apresenta qualquer condição de ser publicado na RTPS.

Se o trabalho for aprovado nesta instância, o manuscrito será disponibilizado para dois membros do Conselho Consultivo Externo em sistema on-line. Após a revisão dos consultores, o manuscrito será encaminhado aos autores com o parecer.

Posteriormente, o(s) autor(es) deve(m) retornar o artigo revisado aos editores dentro do prazo estipulado.

O(s) autor(es) é(são) notificado(s) quando um artigo é recebido e, também, quando é aceito ou rejeitado para publicação.

 

Periodicidade

RENEFARA é uma publicação eletrônica quadrimestral do Centro Universitário UniAraguaia.

 

Política de Acesso Livre

A RENEFARA é uma revista que oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento, sem custo para o usuário ou sua instituição. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Por acesso aberto entende-se a disponibilização gratuita na Internet, para que os usuários possam ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, processá-los para indexação, utilizá-los como dados de entrada de programas para softwares, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem barreira financeira, legal ou técnica e sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor.

A Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia está disponível online imediatamente após a sua publicação e seu acesso é gratuito.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza a Cariniana Network para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.

 

Conselho Editorial e Conselho Consultivo

Conselho Editorial

É função do Conselho Editorial colaborar com a Editora-chefe na consolidação e manutenção da RENEFARA, trabalhando na sua divulgação e emitindo pareceres técnicos, para avaliar criticamente os trabalhos enviados para a revista. 

O Conselho Editorial reuni-se quando necessário, por convocação da Editora-chefe, para debater questões administrativas e referentes à política da revista.

Conselho Consultivo

Este Conselho, que tem caráter consultivo, é constituído por pesquisadores em diversas áreas, sendo esse o principal responsável pela qualidade do conteúdo da revista. É composto por pesquisadores do Centro Universitário UniAraguaia (Conselho Consultivo Interno) e de outras Instituições de Ensino e Pesquisa (Conselho Consultivo Externo), que auxiliam o Conselho Editorial com os trabalhos que serão publicados.

Os Conselhos Consultivos são compostos por professores do Ensino Superior ou de renomado saber. Contudo, o Conselho Consultivo Externo e formado por pesquisadores com experência nas áreas abrangidas pela revista, alocados em instituições nacionais e estrangeiras, com titulação mínima de doutorado.

Cabe aos membros dos Conselhos Consultivos elaborarem textos de apresentação e editoriais da revista, associados à sua área de pesquisa e à sua experiência acadêmica, divulgar a revista nos espaços em que atua, além de, quando o Conselho Editorial sentir necessidade, emitir pareceres dos trabalhos relacionados a sua área de atuação.

 

Código de Conduta e Diretrizes de Boas Práticas

Declaração dos princípios éticos de publicação

Este documento resume o comportamento ético esperado pelos Editores, Comissão Científica (revisores) e Autores da revista RENEFARA.

Essas diretrizes são baseadas nas Políticas da Elsevier e Orientações sobre Melhores Práticas para Editores de Revistas.

 

Deveres dos Editores

Decisões de Publicação

Os editores são responsáveis por decidir quais, dos artigos submetidos à revista, devem ser publicados na RENEFARA. Os editores estão limitados por exigências legais em vigor, como sejam a difamação, violação de direitos de autores e plágio. Os editores podem consultar a Comissão Científica na tomada de decisões.

 

Jogo Limpo

Os Editores devem avaliar os manuscritos pelo seu conteúdo intelectual, sem distinção de raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, nacionalidade, ou filosofia política dos autores.

 

Confidencialidade

Os editores não devem divulgar qualquer informação sobre os manuscritos submetidos a qualquer outra pessoa que não os seus autores, revisores, potenciais revisores ou outros editores.

 

Deveres dos Membros da Comissão Científica

Contribuição para decisões editoriais

A revisão por pares auxilia os editores na tomada de decisões editoriais e a comunicação de resultados editoriais com o autor podem ajudar o autor a melhorar o artigo.

 

Presteza

Qualquer revisor selecionado que não se sinta qualificado para analisar um manuscrito ou sabe que não terá possibilidade de realizar a sua imediata revisão, deve notificar os editores de modo a se escusar do processo de revisão.

 

Confidencialidade

Qualquer manuscrito recebido para revisão deve ser tratado como um documento confidencial. Estes manuscritos não devem ser mostrados, ou discutidos com quaisquer outras pessoas.

 

Padrões de objetividade

Os revisores devem realizar comentários de forma objetiva. A crítica pessoal ao autor é inadequada. Os revisores devem expressar as suas opiniões claramente, suportando-as com argumentos válidos.

 

Divulgação e Conflito de Interesses

Informação privilegiada ou ideias obtidas por meio da revisão de artigos devem ser mantidas em sigilo e não devem ser usadas para proveito pessoal. Os revisores não devem considerar os manuscritos em que têm conflitos de interesse resultantes de concorrência, colaboração, ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos autores, empresas ou instituições ligadas aos artigos em causa.

 

Deveres dos Autores

Informação

Os Autores de trabalhos originais devem apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma discussão objetiva sobre a sua significância. Os dados utilizados devem ser representados com precisão no manuscrito. O trabalho deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que os seus leitores sejam capazes de replicar as experiências relatadas. As declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento não ético e são inaceitáveis.

 

Originalidade e Plágio

Os autores devem garantir que os seus trabalhos são obras originais. Se os autores utilizarem o trabalho e/ou palavras de outros, devem garantir que estes são devidamente citados. O plágio assume muitas formas, desde "fazer passar" o trabalho de outros como artigo do próprio autor, a cópia ou parafraseando de partes substanciais de outro artigo (sem a devida atribuição), ou mesmo a reivindicação de resultados de pesquisas realizadas por outras pessoas. O plágio, em todas as suas formas, constitui um comportamento não ético e é inaceitável.

 

Publicação Múltipla, Redundante ou Concorrente

Um autor não deve, em geral, publicar manuscritos que descrevam a mesma pesquisa em mais do que uma revista, atas de congressos, ou qualquer outra publicação primária. O envio do mesmo manuscrito a mais de um periódico é um comportamento não ético e é inaceitável.

 

Proveniência

O trabalho de outros deve ser sempre reconhecido. Os autores devem citar as publicações que influenciaram a natureza do trabalho relatado. As informações obtidas, em particular, como na conversa, correspondência, ou discussão com terceiros, não devem ser utilizadas ou relatadas sem permissão explícita, por escrito das respectivas fontes. As informações obtidas no curso de serviços confidenciais, tais como manuscritos revistos ou pedidos de financiamento, não devem ser utilizadas sem a permissão explícita por escrito do autor do trabalho envolvido.

 

Autoria

A autoria deve ser limitada àqueles que deram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Quando há outros que participaram em certos aspectos substanciais do projeto, estes também devem ser reconhecidos ou listados como contribuidores. O autor correspondente deve garantir que todos os coautores estão incluídos no manuscrito e que todos os coautores viram e aprovaram a versão final do estudo e concordaram na sua submissão para publicação.

 

Divulgação e Conflitos de Interesse

Todos os autores devem divulgar no seu manuscrito qualquer conflito de interesse, financeiro ou outro, que possa ser interpretado de forma a influenciar os resultados ou interpretação do seu manuscrito. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas.

 

Erros Fundamentais em Trabalhos Publicados

Quando um autor descobre um erro ou imprecisão significativa no seu próprio trabalho publicado, é sua obrigação notificar imediatamente os editores da revista, e colaborar com estes para corrigir o documento.

Por preocupar-se com a Integridade em Pesquisa, Ética na Ciência e em Publicações, A RENEFARA recomenda aos autores, pareceristas e editores a leitura dos seguintes documentos e diretrizes básicas:

a) a Declaração de Cingapura sobre Integridade em Pesquisa, 2010, http://www.singaporestatement.org/translations.html;

b) as Diretivas para a Integridade da Pesquisa do CNPq, 2011 http://cnpq.br/diretrizes;

c) o Código de Boas Práticas em Pesquisa da FAPESP, 2014 http://www.fapesp.br/boaspraticas/;

d) a Resolução do Conselho Nacional de Saúde nº 510, de 07 de abril de 2016 - Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais (http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf)

e) o documento de Cooperação entre Instituições de Pesquisa e Periódicos em Casos de Integridade em Pesquisa: Orientação do Comitê [Internacional] de Ética em Publicações - COPE (http://publicationethics.org/);.

 

Declaração de Direito Autoral

Os direitos autorais dos artigos publicados serão transferidos à RENEFARA, permitindo sua posterior reprodução como transcrição e com devida citação de fonte. No caso de aceitação e antes da publicação do artigo, o(s) autor(es) deverá(ão) redigir uma declaração transferindo formalmente os direitos autorais à revista.

O autor pode ainda, imprimir e distribuir cópias do seu artigo, desde que mencione que os direitos pertencem a RENEFARA.

Os direitos de autor incluem o direito de reproduzir na íntegra ou em parte por qualquer meio, distribuir o referido artigo, incluindo figuras e fotografias.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por este periódico, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 A Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia se compromete a não monitorar ou divulgar informações sobre o acesso do usuário, a menos que seja obrigado a fazê-lo mediante ordem judicial.

 

Taxas para submissão e publicação de textos

A Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia não cobra taxas de submissão de artigos, assim como não realiza qualquer cobrança relativa ao processo de publicação (revisão, diagramação, impressão e distribuição). Por se tratar de um periódico de acesso livre, não é cobrada, também, qualquer taxa para acesso ou download.

 

Registro Orcid

A partir de 2018, para que seu trabalho seja publicado na RENEFARA e  seja automaticamente atualizado e reconhecido no mundo todo, passa a ser exigido ao(s) autor(ers), quando da submissão de texto, a informação relativa ao seu  registro Orcid, número que fornece um iden@ficador único voltado para a área acadêmica e de pesquisa. O registro é gratuito e pode ser realizado no site hRps://orcid.org/

O código Orcid é importante, pois em um único local todas as suas publicações, e, através da integração com outros identificadores (Researcher ID, Scopus ID, Crossref DOI, etc) serão agrupadas.

 

Ficha Catalográfica

RENEFARA. Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia, v. 14 nº 3 (2019) - Goiânia: Editora Centro Universitário Araguaia.

v. 15, nº 1 (Jan/Abr., 2020).

Quadrimestral.

ISSN (online): 2236-8779

  1. Centro Universitário UniAraguaia – Periódicos.

 

Textos para Consulta

Resiliência e Resistir à Rejeição para o Sucesso na Carreira

Ferreira, M. (2014). Resiliência e Resistir à Rejeição para o Sucesso na Carreira. Revista Ibero-Americana De Estratégia, 13(3), 01-06. doi:10.5585/riae.v13i3.2100

http://www.revistaiberoamericana.org/ojs/index.php/ibero/article/viewFile/2100/pdf


Dez Recomendações para Aumentar a Possibilidade de Publicação do seu Artigo

Serra, F. (2017). Dez Recomendações para Aumentar a Possibilidade de Publicação do seu Artigo. Iberoamerican Journal Of Strategic Management (IJSM), 16(3), 01-04. doi:10.5585/riae.v16i3.2563

http://www.revistaiberoamericana.org/ojs/index.php/ibero/article/view/2563

 

Triagem de Plágio: Procedimentos

Antes de iniciar o processo de Revisão por Pares, a Revista Eletrônica de Educação da UniAraguaia mantém um sistema de triagem de plágio (o plágio geralmente envolve o uso de materiais de outros, mas pode se aplicar à duplicação de resultados previamente publicados pelos pesquisadores). que consiste nos seguintes passos abaixo:

O Autor submete o artigo para revista

O Editor utiliza o software CopySpider (https://copyspider.com.br/main/), e caso o manuscrito esteja entre as percentagens aceitas para publicação (até 3%), seguir para o processo de avaliação.

Inicia-se a solicitação do processo de Revisão por Pares, no qual, recomenda-se aos revisores utilizarem, além do CopySpider, outros softwares antiplágios (Turnitin, iThenticate, Plagius, Ephorus, Jplag, Farejador de Plágio, NewJester) na avaliação.

Usando software antiplágio, ou de manipulação de imagens, editores também podem considerar a triagem de plágio, publicação duplicada ou redundante. Se for detectado plágio ou manipulação fraudulenta de imagens, isso deve ser reportado aos autores e a instituições relevantes.

Caso haja incongruências no manuscrito no que se refere a plágio acadêmico ou autoplágio no processo de avaliação, no formulário de avaliação há uma aba exclusiva para esse assunto e que, caso seja preenchida negativamente, o manuscrito será rejeitado integralmente .

Pois acreditamos que praticar plágio, ou autoplágio, em todas as suas formas, é inadmissível.