EFEITO DE CITOCININAS NO DESENVOLVIMENTO DE PLÂNTULAS DE Cyrtopodium saintlegerianum Rchb.F. (ORCHIDACEAE)

Lilian Americano do Brasil, Maria Tereza Faria, Sérgio Tadeu Sibov

Resumo


São conhecidas aproximadamente 39 espécies do gênero Cyrtopodium, desde a Flórida até Argentina e Bolívia. Entretanto a espécie Cyrtopodium saintlegerianum é encontrada em uma ampla extensão geográfica brasileira abrangendo os estados do Pará, Tocantins, Piauí, Bahia, Mato Grosso. Goiás e Distrito Federal. Possui hábito epífito e, como característica das orquídeas, sementes muito pequenas e sem endosperma e uma pequena quantidade de energia contida no embrião, dificultando assim o processo de germinação. Muitas espécies estão em risco de extinção devido ao extrativismo predatório e as alterações antrópicas nos ecossistemas o que leva a
modificações em seu habitat. Devido a esses fatores, cria-se a necessidade do desenvolvimento de técnicas de propagação que permitam um maior número de plantas, sadias, uniformes, em curto período de tempo e espaço diminuto. Estas técnicas podem ser encontradas na Cultura de Tecidos de Plantas. Objetivou-se, com
este trabalho avaliar o efeito de duas citocininas, 6-benzilaminopurina (BAP) e netina (KIN), no desenvolvimento de plântulas de Cyrtopodium saintlegerianum obtidas in vitro, a fim de estabelecer o melhor meio nutritivo para a indução de novos brotos e desenvolvimento de plântulas. Utilizou-se nos experimentos o meio MS adicionado com vitaminas, inositol, sacarose e combinações de BAP ou KIN nas concentrações de 1,0; 2,0 e 4,0 mg/L. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 25 frascos por tratamento e cada frasco contendo cinco plântulas.


Palavras-chave


micropropagação, epífitas, cultura de tecidos, protocolo.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2021 RENEFARA

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista UniAraguaia - ISSN: 2676-0436

 

 

 



SalvarSalvarSalvarSalvar